13 min read

O processo de digitalização vai além do uso de tecnologias: envolve outras pessoas da companhia, funcionários e líderes. Se todos não estiverem alinhados, há risco de o projeto falhar

Se, para você, transformação digital refere-se apenas à tecnologia, é melhor rever essa ideia. Hoje, para que um projeto digital tenha sucesso, é necessário promover uma nova cultura na empresa – a digital.

Isso significa envolver todas as áreas, de forma que todos os funcionários tenham conhecimento das iniciativas digitais que serão implementadas na companhia, e, mais do que isso, contribuam com suas habilidades e ideias, a fim de melhorar os resultados.

Mas, é claro, que toda transformação – seja ela digital ou não – tem de começar de cima. “A participação do CEO é essencial, porque dele se origina as decisões que precisam ser tomadas quase sempre em tempo real”, diz Roberto Alonso, professor de marketing da Fundação Instituto de Administração (FIA).

“No entanto, desenvolver competências é fundamental. Equipes alinhadas com as estratégias e antenadas com o mercado, com conhecimento e técnicas atualizadas, fazem toda a diferença nos projetos”, afirma.

Por que projetos digitais falham?

Análises da consultoria americana McKinsey apontam que 70% das transformações digitais falham de maneira recorrente. O número assustador é um reflexo, sobretudo, da falta de engajamento da organização, tanto dos funcionários como da liderança.

Quando há envolvimento dos funcionários na transformação digital, as probabilidades de êxito aumentam em 1,4 vezes; enquanto quando há o engajamento de líderes, configurando a mudança cultural, as chances saltam para 1,5 vezes.

A McKinsey perguntou aos líderes que desenvolveram projetos digitais, o que teriam feito diferente hoje. Entre as respostas mais comuns, destacam-se ser mais ágil para neutralizar pessoas resistentes à transformação, gastar mais tempo comunicando os motivos das mudanças, definir metas mais objetivas e claras, e investir mais tempo no alinhamento com gestores.

Ou seja, transformação digital exige mais do que investimento em tecnologias: é necessário investir na mudança da cultura organizacional e mexer no mindset da companhia.

A importância da cultura digital no processo de transformação

De acordo com o estudo “Culture for a digital age” (ou, em português, cultura para a era digital), feito também pela McKinsey, lacunas na cultura organizacional, entre elas desafios culturais e comportamentais, falta de entendimento das tendências digitais e falta de talentos na área digital, estão entre as principais barreiras para o sucesso de uma empresa na nova era.

A McKinsey aponta também que cada um dos obstáculos se torna ainda mais oneroso no mundo digital. “Onde predomina a aversão ao risco, o resultado pode ser a insuficiência de investimentos em oportunidades estratégicas e a lentidão na resposta às rápidas mudanças nas necessidades do cliente e na dinâmica do mercado.”

A análise continua. “E quando a empresa se caracteriza pela existência de silos organizacionais, ou seja, falta de comunicação e colaboração entre equipes, as respostas à rápida evolução das necessidades do cliente muitas vezes são muito limitadas: sinais importantes passam despercebidos ou demoram a gerar ações, simplesmente por serem detectados pela parte errada da empresa.”

Para acelerar o processo de transformação digital, companhias vêm se empenhando para mostrar aos funcionários a importância da digitalização, jornadas integradas e experiências relevantes.

“Para a transformação ocorrer é necessário compartilhar entendimento, ter o compromisso da alta gestão no sentido de auxiliar no planejamento e implementar ações que envolvem agilidade, conectividade, interação e uso de dados, para possibilitar levar a informação correta à pessoa certa, no tempo adequado e com objetivo definido”, ressalta Roberto Alonso.

E você, já implementou a cultura digital na sua companhia?

Fique atualizado com todos os nossos conteúdos

Redação Autor

Equipe responsável pela produção de matérias, artigos e curadoria de conteúdos e estudos sobre o universo digital.

Deixe um comentário