A estrada digital da Rodobens

A empresa, que atua com serviços financeiros e produtos do segmento automotivo, comenta sobre seu processo de transformação digital e os planos para lançar seu marketplace, reunindo concessionárias próprias e parceiras

Um dos principais grupos no varejo automotivo brasileiro, a Rodobens colocou o pé no acelerador para digitalizar seu portfólio de serviços, que inclui produtos financeiros, como consórcios, e atuação no segmento de peças e outros itens automotivos.

Em comunicado à imprensa, Líbano Barroso, CEO da Rodobens, creditou este novo momento do grupo ao crescimento de mais de 70% no terceiro trimestre de 2021. A maior eficiência no atendimento aos clientes gerou mais de R$ 13 bilhões em negócios nos últimos doze meses e um lucro líquido acumulado de R$ 461 milhões.

“Integramos nossos processos de venda, os canais de atendimento e o relacionamento com o cliente, oferecendo uma marca com diversas soluções, o que nos permitirá um crescimento ainda maior”, disse Barroso.

Há pelo menos três anos, a empresa já vinha digitalizando sua operação no setor de aftermarket, que se tornou uma área estratégica para o grupo na esfera digital. O segmento ganhou um portal, que conecta suas concessionárias, além de ferramentas para digitalizar os vendedores.

“É fundamental entender que a digitalização não é o fim, é o meio. Um meio para prestarmos serviços diferenciados e estarmos mais próximos dos nossos clientes e parceiros. Fazemos a digitalização com foco no fator humano”, afirma Gustavo Ribeiro, diretor de negócios digitais da Rodobens, à CWS Insights.

No portal, produtos como peças, pneus, componentes de chassis e rodas podem ser encontrados, mas, em breve, outros itens do varejo automotivo estarão disponíveis, de maneira progressiva, através da entrada de parceiros.

O objetivo é servir o cliente de uma maneira completa, em um único canal, assim como ocorre em outros marketplaces varejistas, como Magazine Luiza e Amazon. Mas, ao contrário desses gigantes, a ideia é focar, apenas, em um segmento, no caso o automotivo.

“A ideia é expandirmos através de peças para veículos leves, motocicletas, ferramentas e serviços”, acrescenta Ribeiro. “Acredito que o setor acompanhará as necessidades dos clientes e mudanças de comportamento, com isso, será capaz de ajudar as empresas a entender o mercado e gerar novos negócios.” 

Gustavo Ribeiro pedido_e_vendedor
Gustavo Ribeiro, da Rodobens: “A digitalização não é o fim, é o meio”. Foto: divulgação

A julgar pelo crescimento das vendas digitais no Brasil, a estratégia do grupo tem tudo para ser positiva. Segundo pesquisa da consultoria Ebit/Nielsenas vendas do e-commerce brasileiro chegaram a R$ 53,4 bilhões no primeiro semestre de 2021, um crescimento de 31% em relação ao mesmo período em 2020.

A transformação da Rodobens

Segundo o executivo, o digital tem papel fundamental na empresa, uma vez que permite ter uma visão 360 graus dos clientes e um entendimento mais profundo de suas necessidades e comportamentos. Para a companhia, são as ferramentas digitais que habilitam entender melhor as “dores” dos consumidores.

“A Rodobens iniciou um planejamento em 2019 que está pautado em três horizontes: ser eficiente onde atua, crescer nas adjacências e transformar para crescer. Nós já avançamos muito nos dois primeiros itens e agora estamos acelerando o terceiro, que é o processo de transformação digital que servirá de base para o nosso crescimento futuro”, comenta Ribeiro.

Recentemente, a Rodobens anunciou sua nova arquitetura de marca, como forma de se posicionar como uma empresa de confiança e que atende às necessidades das pessoas e de empresas que buscam soluções para apoiar a construção de projetos de vida. 

De acordo com Gustavo Ribeiro, a nova comunicação visual e de linguagem contempla o posicionamento de duas frentes: a primeira está destinada a trazer, com clareza, sua atuação como uma marca única de varejo, que estimula a sinergia e o cross-selling entre seus produtos; e a segunda posiciona a marca corporativa no relacionamento com colaboradores, fornecedores, investidores, analistas e parceiros de mercado, com uma comunicação que sinaliza que os seus negócios compartilham da mesma história, mesmos valores e visão empresarial. 

“Esse planejamento é estratégico e direciona a empresa para o futuro, antecipando as necessidades do mercado e apresentando as melhores soluções para o momento, especialmente trazendo diversas novidades em ferramentas digitais, como o lançamento recente do Digimed, que é uma solução de saúde para atender caminhoneiros e seus familiares em todo o País, e também avançar nossa operação do marketplace”, explica.

Foco em experiência

Com mais de sete décadas de atuação, a Rodobens tem a inovação em seu DNA e, por isso, está sempre em busca de soluções alinhadas com o momento.

“Digitalizar a operação foi uma conduta de respeito com nossos clientes, pois estão no centro das nossas decisões. Sem dúvida alguma, se não tivéssemos digitalizado nossa operação, não teríamos crescido em um período de crise”, afirma Ribeiro.

A Rodobens tem investido fortemente no desenvolvimento de tecnologias para melhorar a experiência de seus clientes em todos os canais presentes. Todos os processos da empresa já estão digitalizados e integrados, o que facilita o atendimento em qualquer lugar do País.

Para Fabio Moggi, diretor de Customer & Marketing da consultoria Deloitte, a integração de processos é uma necessidade das empresas atualmente e vai se consolidar nos próximos meses.

“Acredito que existe uma tendência cada vez maior de integração e isso vai ao encontro da omnicanalidade. Cada vez mais, as companhias estão entendendo a importância de conhecer seu cliente e ofertar uma experiência mais integrada”, diz Moggi.

Mais eficiência com o digital

O digital ajudou a Rodobens crescer mais de 70% entre janeiro e setembro deste ano e trouxe muito mais agilidade e eficiência à rotina de sua equipe comercial. Antes da pandemia, o time de vendas atuava unicamente através de reuniões presenciais, o que demandava muito tempo da equipe. Em um dia, os vendedores conseguiam atender, no máximo, dois clientes.

“Quando passamos a operar digitalmente, esse atendimento foi ampliado. Em um único dia, nosso time já consegue atender entre dez e quinze clientes, e esse foi o maior ganho percebido pela empresa”, pontua Gustavo Ribeiro.

A transformação digital, segundo ele, é fator essencial para a sustentabilidade e desenvolvimento de qualquer negócio, e não seria diferente com a Rodobens.

“Sabemos o quanto uma atuação constante voltada para a inovação nos coloca em uma posição de forte competitividade e liderança nos mercados em que atuamos”, afirma.

“Investimos muito em transformação digital nos últimos três anos, mas acreditamos que ainda há um longo caminho pela frente. Esse é um processo que não vai parar nunca. Enquanto as necessidades dos nossos clientes e parceiros estiverem evoluindo, nós também temos que evoluir”, diz. Não há dúvidas de que a Rodobens está com o tanque cheio para trilhar, com sucesso, a estrada digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quer saber mais sobre transformação digital?
Siga nossas redes sociais
Quer saber mais sobre
transformação digital?

Siga nossas redes sociais

Contate nossos consultores e digitalize seu negócio com a Plataforma CWS

Quer conhecer mais sobre o mundo digital?

Assine nossa Newsletter