A empresa, que reúne revendas voltadas para produtos de marcenaria, inicia seu processo de transformação digital visando o fortalecimento da marca no mercado e o maior sortimento de produtos através da união de estoques. Henrique Farjoni, CEO e fundador da companhia, comenta sobre a importância do projeto

Fundada em 2010 por Henrique Farjoni, a Rede PRÓ nasceu com o propósito de unir revendas do mercado de marcenaria que têm interesses em comum, a fim de criar uma espécie de comunidade em benefício do setor. Sem lojas próprias, a ideia, desde o início, foi criar uma rede associativista.

“Compilamos o conhecimento de vários empresários. A soma desses conhecimentos e da força regional de cada um é que fortalece nossa empresa”, explica Henrique Farjoni.

Hoje, a Rede PRÓ vem desenvolvendo diversos serviços e produtos para atender o mercado, entre eles conteúdos e cursos online para marceneiros e até soluções financeiras, como a máquina de cartão de crédito PRÓblue, que oferece vantagens para os lojistas parceiros e marceneiros.

“Desde sua fundação, a PRÓ atua de forma muito consistente na geração de conteúdo para os marceneiros. Além disso, promovemos diversos treinamentos gratuitos para levar informação, buscando contribuir com o sucesso dos nossos clientes. Percebemos que esse tipo de ação estreita o relacionamento e gera uma preferência dos nossos clientes às lojas da Rede PRÓ.”

Estima-se que o setor emprega cerca de 400 mil profissionais, logo, iniciativas como essas, que visam enriquecer o mercado, são sempre bem-vindas, sobretudo, em um mundo cada vez mais conectado e que anseia por novas soluções e maior praticidade.

Há cerca de dois anos, a Rede PRÓ iniciou seu processo de transformação digital, levando para este novo ambiente suas lojas parceiras. Hoje, das 94 lojas que fazem parte da companhia, 30 já aderiram ao projeto, que está em contínua expansão.

“É uma visão de futuro, pois as empresas que não estiverem no digital deixarão de existir. Não é algo opcional, é mandatório”, afirma o fundador. “No nosso caso, montamos um comitê que incluiu também diretores das lojas parceiras, que discutiu e alinhou objetivos. Estudamos algumas alternativas e decidimos fazer esse investimento.”

Com o apoio da CWS Platform, a empresa apresentou um projeto bem desenhado e em linha com as expectativas das marcas associadas. “A CWS nos ofereceu mais do que um e-commerce. Ela garantiu a digitalização das vendas, compartilhamento de estoques, relacionamento via chat, CRM e Social Commerce. Um pacote completo”, diz o executivo.

Mais do que um e-commerce

Em 2020, as vendas digitais cresceram 41%, configurando o melhor desempenho desde 2007, de acordo com a Ebit/Nielsen. E, como forma de atender o novo consumidor, que está mais digital do que nunca, o projeto da Rede PRÓ oferece mais do uma loja online.

“O que já foi conquistado é a presença e a visibilidade da marca no digital e a aquisição de novos clientes. O que pretendemos alcançar é o aumento do mix de produtos através do compartilhamento de estoques das lojas. Além disso, o atendimento onde, como e quando nosso cliente desejar”, diz.

O atendimento, como apontado por Henrique Farjoni, é a grande estrela do projeto. Isso porque a transformação digital da empresa engloba, sobretudo, a digitalização dos vendedores.

Henrique Farjoni, da Rede PRÓ: “É uma visão de futuro, pois as empresas que não estiverem no digital deixarão de existir. Não é algo opcional, é mandatório”. Foto: divulgação

“O uso do celular nas atividades cotidianas das pessoas está democratizando cada vez mais a utilização de soluções digitais, sejam apps, e-commerces ou outras formas de conexão. A compra pode ocorrer diretamente na plataforma ou após o produto ser pesquisado no digital. O que mais importa para nós é sermos uma solução completa e sempre acessível aos nossos clientes”, afirma Henrique Farjoni.

Um marketplace para a rede

Cada marca parceira tem sua própria loja digital (e-commerce), onde o consumidor pode acessá-la diretamente através de seu endereço ou pelo marketplace, que reúne todas as marcas.

Para os lojistas, as vantagens vão além da visibilidade, também se estendem à fidelização de clientes, por meio do atendimento personalizado, funcionalidades exclusivas e do compartilhamento de estoques. Através do conceito prateleira infinita, o usuário não precisa sair de uma determinada loja para encontrar produtos correlatos.

“A escala tem que ser usada para a construção de valor, não para a destruição de valor”, frisa. “Com essa funcionalidade, as nossas lojas ofertam o maior mix de produtos para marcenaria do Brasil, otimizando o estoque entre eles e empoderando a equipe de vendas. Estamos batalhando para chegar cada vez mais longe.”

Embora o marketplace seja aberto para todos, o público-alvo – assim como nas lojas físicas – é o marceneiro. “Eventualmente, consumidores finais compram alguns produtos específicos no site das lojas, mas nosso mix de produtos tem foco no mercado profissional, então essas compras de consumidores são marginais no nosso negócio”, diz o executivo.

Como em todos os projetos digitais que passam por ajustes ao longo do caminho, a Rede PRÓ também tem experimentado ações e novas funcionalidades para melhorar, cada vez mais, a jornada dos clientes. “Sem dúvida, acreditamos que a plataforma evoluirá constantemente e contamos com o apoio da CWS para que tenhamos sucesso nesse processo. Certamente isso faz parte do core de qualquer companhia hoje em dia.”

Com o projeto digital, a Rede PRÓ, que já é reconhecida como a melhor solução para as revendas de produtos de marcenaria, elevará sua marca a outro patamar, melhorando a operação de suas lojas parcerias, aumentando a rentabilidade e share no mercado.

“Temos um oceano enorme de oportunidades, seja aperfeiçoando nossos processos e serviços atuais ou criando novos serviços e abordando novos mercados. Nesse sentido, pensando em novas verticais. O nosso potencial de crescimento, com o digital, é gigantesco”, afirma Henrique Farjoni.

Gostou do texto?

Tem alguma observação ou pergunta para colaborar com a discussão?
Deixe abaixo nos comentários.

Fique atualizado com todos os nossos conteúdos